ROLAMENTOS E SOLUÇÕES EM MANUTENÇÃO INDUSTRIAL
MATRIZ - SP: (11) 2797-1322 | SERVICE - SP: (11) 2902-1460
ROLAMENTOS E SOLUÇÕES EM MANUTENÇÃO INDUSTRIAL
MATRIZ - SP: (11) 2797-1322 | SERVICE - SP: (11) 2902-1460

Cuidados na montagem de um Rolamento

montagem-de-um-rolamento-abecom-distribuidor-skf

Para assegurar um bom desempenho e prevenir falhas prematuras, é essencial que se realize a correta montagem de um rolamento.

Primeiro porque o rolamento é um componente de alta precisão e deve ser manuseado com cuidado durante a montagem.

Segundo, devido à importância de se escolher o método correto e as ferramentas adequadas para a sua montagem.

Dessa forma, sua empresa não corre o risco de ter prejuízos com a montagem incorreta.

Mas quais cuidados e métodos devem ser adotados?

Principais cuidados na montagem de um Rolamento

O método de montagem de um rolamento depende do seu tamanho e tipo. Pode ser mecânico, hidráulico ou térmico.

Em qualquer um deles é importante que os anéis, gaiolas ou corpos rolantes não recebam golpes diretos. Isso pode danificá-lo seriamente e comprometer sua vida útil.

Mas antes de tudo, para uma correta montagem é preciso separar previamente as ferramentas. Deixá-las organizadas e limpas. Recomenda-se também que seja em um ambiente seco e isento de poeira.

Outro ponto importante é estudar o desenho do equipamento e avaliar em que ordem será realizada a montagem do rolamento. Isso evitará que se desperdice tempo ou danifique algum componente durante o trabalho.

Mais importante ainda é avaliar as tolerâncias e precisões dimensionais de todos os componentes do conjunto. Assim, seu desempenho só será satisfatório se obedecer todas as tolerâncias especificadas pelo projeto e fabricante.

Contudo, procure deixar o rolamento na embalagem até o momento da montagem, de modo a evitar alguma contaminação.

Ao comprar rolamentos, eles vêm normalmente protegido de fábrica com um protetor antioxidante. Só deve ser removido apenas da superfície externa e do furo.

Entretanto, caso o rolamento seja lubrificado com graxa e utilizado em temperaturas muito altas ou baixa, ele deve ser lavado cuidadosamente. Sobretudo se a graxa para rolamento não for compatível com o protetivo.

Assim, evita-se qualquer efeito que altere as propriedades de lubrificação do rolamento.

Montagem de um rolamento com furo cilíndrico

montagem de rolamento com martelo de poliuretanoEm rolamentos não separáveis é indicado primeiro a montagem do anel com ajuste mais interferente. Cobrindo ligeiramente a superfície do assento com óleo. Se não for muito interferente, os rolamentos pequenos podem ser montados sobre seus assentos.

Dessa forma são permitidos pequenos golpes de martelo sobre um pedaço de metal mole ou bucha de nylon, ou poliuretano.

Contudo, é recomendável o uso de um martelo de poliuretano para a montagem de um rolamento. Assim, evita-se que ocorra algum dano.

Mais importante, os golpes devem ser uniformemente distribuídos pelo anel para evitar que o rolamento fique desalinhado sobre seu assento.

Em rolamentos separáveis, o anel interno pode ser montado independentemente do externo. Desse modo, simplifica a montagem quando ambos têm ajuste interferente.

Porém, durante a montagem deve-se ter o cuidado de fazer corretamente o alinhamento do eixo. Assim, evita que as pistas sejam riscadas pelos corpos rolantes.

Montagem de rolamentos com furo cônico

monatgem-de-um-rolamento-com-buchaOs anéis internos do rolamento com furo cônico sempre devem ser montados com ajuste interferente. O grau de interferência não é determinado pela tolerância escolhida pelo eixo e, sim, pelo deslocamento axial do rolamento sobre o assento cônico do eixo, ou da bucha de fixação, ou de desmontagem.

Na montagem do rolamento autocompensadores de esferas ou rolamento de rolos, usa-se como medida do grau de interferência tanto a redução da folga interna radial inicial, como o deslocamento axial no assento cônico.

Já a montagem de um rolamento pequeno pode feita usando uma porca do eixo, e, sobre uma bucha de fixação usando a porca da bucha.

Para rolamentos grandes, as porcas hidráulicas SKF e o método de injeção de óleo têm se mostrado muito eficazes. Elas são rosqueadas na ponta do eixo ou na bucha, de forma que a face do êmbolo encoste no anel interno.

 

Teste de giro

Após a montagem de um rolamento, lubrifica-se e, portanto, efetua-se um teste de funcionamento. Para verificar o nível de ruído e temperatura de trabalho.

O teste deve ser feito sob uma capacidade de carga parcial e com uma velocidade baixa ou moderada. Em nenhuma circunstância o rolamento deve iniciar a operação descarregado e acelerado até altas velocidades ou rotação. Pois, como resultado, existe o perigo de que os corpos rolantes escorreguem nas pistas danificando-as. Da mesma forma, pode ocorrer da gaiola ser submetida a tensões inadmissíveis.

Verifique o nível de ruído com um bastão de madeira ou chave de fenda pressionada sobre a caixa. Os rolamentos normalmente produzem um zumbido suave e uniforme.

Entretanto, um som de batidas ou ruído confuso e irregular indica a presença de contaminantes ou danificações causadas durante a montagem.

Um aumento de temperatura do rolamento logo após o início da operação é normal. Caso a lubrificação seja com graxa, a temperatura não diminuirá até ela ter sido uniformemente distribuída. Atingindo assim, a temperatura de equilíbrio.

Porém, altas temperaturas ou picos de temperaturas constantes, indicam que existe excesso de lubrificante. Nesse caso pode haver excesso de cargas axiais ou radiais, algum componente montado incorretamente ou atrito nas placas de vedação.

Portanto, durante o teste de funcionamento ou imediatamente após a montagem de um rolamento, deve-se observar as placas de vedação. Também recomenda-se verificar os equipamentos de lubrificação ou nível do óleo.

 

Resumindo

Nesse artigo você viu a importância da montagem de um rolamento para o correto funcionamento de um equipamento. Abordamos os principais pontos de forma abrangente, para você ter uma visão macro desta operação.

Mesmo assim, caso tenha alguma dúvida, entre em contato com um de nossos especialistas. Nosso time é preparado para lhe ajudar. Contamos com profissionais qualificados e especializados, capazes de encontrar uma solução.

A Abecom é o maior distribuidor SKF e está no mercado desde 1964. Sempre oferecendo aos clientes produtos e serviço de qualidade.

Temos um amplo estoque de rolamentos, acessórios e ferramentas SKF para manutenção industrial.

Soluções para montagem de um rolamento

Na Abecom você encontrará as melhores ferramentas para a manutenção de um rolamento. Entre os quais, um dos mais importantes é o aquecedor indutivo para rolamentos.

Por exemplo: Extratores de Polias SKF, Alinhadores, Tensionadores de Correia, Aquecedores por indução e muito mais.

Além disso, possuímos uma linha completa de soluções e serviço para manutenção industrial. Soluções completas para a gestão de ativos e gestão de lubrificação.

Com a nossa experiência e equipe especializada, podemos oferecer uma vasta gama de acessórios de qualidade. Auxiliamos nossos clientes e damos todo o suporte quando o assunto é rolamento industrial.

Além disso, também possui distribuição autorizada de fabricantes como Martin, TIMKEN, McGill, Continental, FRM, por exemplo.

Se estiver procurando por rolamentos SKF ou acessórios, de um distribuidor confiável e com amplo portfólio e prazo de entrega, conte com a Abecom.

Temos uma linha completa de soluções em manutenção de equipamentos que necessitem de rolamentos, mancais, correias, correias em v, correias transportadoras, polias de transmissão, lubrificantes industriais, entre outros.

Não deixe de nos consultar, você vai se surpreender com o nosso atendimento!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Deixe um comentário

Artigos mais lidos

Últimas Notícias

Categorias

Tags