ROLAMENTOS E SOLUÇÕES EM MANUTENÇÃO INDUSTRIAL
MATRIZ - SP: (11) 2797-1322 | SERVICE - SP: (11) 2902-1460
ROLAMENTOS E SOLUÇÕES EM MANUTENÇÃO INDUSTRIAL
MATRIZ - SP: (11) 2797-1322 | SERVICE - SP: (11) 2902-1460

UMA ABORDAGEM PASSO-A-PASSO PARA O PLANEJAMENTO DE MANUTENÇÃO INDUSTRIAL REMOTA

uma-abordagem-passo-a-passo-para-o-planejamento-de-manutenção-industrial-remota

Após a pandemia global, muitas plantas industriais foram forçadas a repensar e fazer a reengenharia de sua cadeia de suprimentos, operações e processos de fabricação. A necessidade de limitar o número de trabalhadores em uma fábrica devido a questões de saúde foi um catalisador para a mudança. Muitos executivos, que antes consideravam a Manutenção Industrial Remota no contexto do planejamento operacional, agora reconhecem sua importância estratégica.

A SKF lançou recentemente uma série de manuais de planejamento que fornecem ferramentas e recursos para equipes encarregadas de desenvolver um roteiro para manutenção industrial remota, priorizando iniciativas e alocando recursos para suas implementações.

Os manuais foram baseados em percepções de nossos trabalhos com os maiores fabricantes do mundo e de nossas experiências em Rolamento como Serviço.

Também incluímos dados de benchmark de pesquisas da SKF conduzidas como parte das Avaliações das Necessidades dos Clientes, realizadas em mais de 1.400 organizações em todo o mundo.

Este artigo traz um resumo de alto nível do Manual Interindustrial, destacando os tópicos abordados em cada capítulo.

Além desse Manual, existem versões de indústrias específicas para os setores de Papel e Celulose, Siderurgia e Química.

Acesse diretamente o link Manuais Remotos Industriais da SKF.

predictive-maintenance-scenario-manutenção-industrial-remota

Capítulo 1: Aplicação estratégica da manutenção industrial remota

O que é manutenção industrial remota?
Tudo começa com os dados. Plantas industriais geram terabytes de dados a partir de sensores conectados nas máquinas.

Com a queda vertiginosa dos custos, como armazenamento de dados e poder computacional, o aprendizado de máquina agora pode ser aplicado à análise desses dados e fornecer análises industriais operacionais em tempo real.

Esse tipo de análise industrial, também chamada de monitoramento remoto, pode ser usada para detectar a degradação progressiva de ativos antes do desligamento ou, dependendo da maturidade da solução, até mesmo identificar o modo de falha e a análise de efeitos (FMEA).

Outros elementos de manutenção industrial remota incluem processos automatizados ou assistidos por máquinas para agendamento, gerenciamento de peças de reposição, reparo e atividades de inspeção.

Este capítulo detalha os elementos da manutenção industrial remota e explora algumas das tendências econômicas e regulatórias emergentes e como elas impactam a mudança da Manutenção Industrial Remota.

Capítulo 2: Planejamento para o roteiro de manutenção industrial remota

Identificamos alguns dos objetivos estratégicos comuns que devem ser considerados como ponto de partida para priorizar a manutenção industrial remota. O próximo passo é entender o estado atual de cada um dos componentes de manutenção industrial remota.

Uma avaliação demanda a entrada de funcionários da planta em práticas de manutenção e uma compreensão da maturidade da planta, e da maturidade organizacional dos dados da planta industrial.

Além disso, os responsáveis pela tecnologia operacional e tecnologia da informação devem ser incluídos nos processos de auditoria.

A auditoria Big Data:

A infraestrutura de dados de uma planta industrial é fundamental para o sucesso da manutenção industrial remota e é um pré-requisito para a digitalização dos ativos.

Para minimizar o risco de implementação, é necessária uma auditoria completa da coleta, gestão e governança atual dos dados.

Avaliação de criticidade patrimonial:

A criticidade patrimonial é definida como o ranking de um ativo por ordem de importância para o seu negócio. Ela é geralmente calculada em termos da consequência de um ativo não cumprir sua função pretendida e a probabilidade da falha ocorrer.

A criticidade é baseada na falha funcional dentro de um contexto operacional específico. Para determinar a falha funcional, é preciso compreender sua função específica.

Mapeamento do roteiro de manutenção industrial remota:

Defina metas de implantação para cada elemento de manutenção industrial remota com base na avaliação da criticidade do ativo.

As definições temporais de curto, médio e longo prazos se baseiam na prioridade de cada elemento e na medida em que há dependências.

Capítulo 3: Identificação e avaliação de riscos

Muitas plantas consideram a manutenção industrial remota estrategicamente importante, mas os imensos desafios enfrentados pela indústria não são um pretexto para contornar a avaliação de riscos.

Os elementos centrais da mudança – organizacional, processual e tecnológica – precisam ser cuidadosamente avaliados do ponto de vista financeiro e operacional.

risk-management-framework

Durante a fase de avaliação de risco, cada um dos fatores de risco identificados precisa ser avaliado em dois critérios:

1 – Qual é a consequência para a implantação bem sucedida de análises industriais remotas se o risco

ocorrer?

2 – Qual é a probabilidade dessa ocorrência?

Somente quando o risco é totalmente compreendido, podemos elaborar um plano para mitigar contra ele. Depois que um risco é identificado, existem três opções potenciais:

1 – Proceder com o plano sem considerar o risco

2 – Retirar do plano o projeto ou o elemento do projeto

3 – Desenvolver uma estratégia de mitigação para enfrentar o risco subjacente

Capítulo 4: Estimando os benefícios financeiros

A decisão de avançar com um ou vários componentes da manutenção industrial remota se baseia em uma consideração específica dos negócios.

Nesta seção, fornecemos orientações sobre como estimar o benefício da redução do tempo de inatividade não planejado.

Dados de Benchmark da Indústria (Análise de Necessidades do Cliente da SKF – Gerenciamento de Ativos):

Trata-se de uma avaliação abrangente e independente do programa de confiabilidade e gestão de ativos de uma planta. O objetivo desta análise é ajudar as plantas a comparar as práticas atuais de gestão de ativos com as melhores práticas globais, bem como as práticas comuns de seu setor.

Essa comparação é usada para identificar áreas específicas para melhorar a confiabilidade e a disponibilidade de ativos da planta a fim de reduzir os custos operacionais.

O primeiro passo nesse processo é entender onde a planta está hoje e como ela pode gerenciar os ativos de forma mais eficaz para melhorar a produtividade e a rentabilidade das plantas industriais.

Desde 2003, a SKF realizou mais de 1.400 análises com clientes de uma ampla gama de indústrias, entre elas metais, cimento, papel e celulose e mineração, além de alimentos e bebidas, manuseio de materiais e energia eólica.

Como resultado, a SKF tem acesso a um rico banco de dados para uso na avaliação do desempenho de uma planta em comparação com outras em sua indústria.

TENHA ACESSO A SÉRIE COMPLETA DE MANUAIS

Você está interessado em saber mais? Por favor, acesse o site do Manual para obter mais informações.

Tenha acesso ao conteúdo completo, incluindo ferramentas práticas, melhores práticas recomendadas e orientações.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Deixe um comentário

Artigos mais lidos

Últimas Notícias

Categorias

Tags