ROLAMENTOS E SOLUÇÕES EM MANUTENÇÃO INDUSTRIAL
MATRIZ - SP: (11) 2797-1322 | SERVICE - SP: (11) 2902-1460
ROLAMENTOS E SOLUÇÕES EM MANUTENÇÃO INDUSTRIAL
MATRIZ - SP: (11) 2797-1322 | SERVICE - SP: (11) 2902-1460

Correia dentada: o que é? Como funciona? O que fazer se ela quebrar?

correia dentada industrial

Embora, muito utilizada em máquinas e equipamentos industriais, o termo correias dentadas se popularizou no setor automotivo. Entretanto, não muda que ela é um dos principais tipos de correias industriais e pertença à família de correias sincronizadoras.

Antes de tudo, vale destacar que abordaremos suas aplicações e conceitos no setor automotivo, dada a sua importante participação neste segmento. Não temos a pretensão de abordar sobre manutenção automotiva.

Como a Abecom é líder na distribuição de Correias Continental ContiTech, buscamos sempre entregar aos nossos clientes o melhor conteúdo sobre os principais componentes de transmissão de potência.

Por esse motivo vamos falar da principal correia sincronizadora do mercado.

O que é correia dentada?

correia-dentada-com-polia-de-transmissãoSão correias sincronizadoras que não dependem do atrito para transmitir torque ou potência para uma polia.

Sendo assim, a correia dentada ou correia sincronizadora se encaixa nos canais da roda dentada e promove uma velocidade angular constante sem deslizamento ou fluência.

A transmissão de torque ou potência por correias dentadas é feita de modo que os dentes da correia não saltem dos canais da roda dentada.

Por esse motivo podem ser denominadas como correia de distribuição ou correia sincronizadora.

O que faz a correia dentada?

A correia dentada movimenta as polias do virabrequim e do comando de válvulas, e sincroniza as válvulas em relação aos pistões.

Qual a função da correia dentada?

Correia-dentada-de-transmissãoAs correias dentadas têm como função sincronizar a abertura e o fechamento das válvulas de comando com o virabrequim. Movimento de sobe e desce dos pistões.

O virabrequim é responsável pela transferência de força do motor às rodas e o comando de válvulas pelo fluxo de gases no interior do cilindro.

Quanto dura a correia dentada?

A durabilidade da correia dentada é de 40 e 60 mil quilômetros, quando falamos em aplicações automotivas. Dependendo o fabricante, qualidade do material e condições de uso.

Por exemplo, lugares sem pavimentação, estradas de terra, ou muito empoeirados são ambientes que demandam maior atenção com a vida útil.

O que acontece se quebrar a correia dentada?

Se a correia dentada quebrar com o motor em funcionamento, as válvulas param, ocorrendo o conhecido atropelamento de válvula, que é o choque do pistão com a válvula aberta. Como resultado, os pistões se chocam com algumas delas, gerando o ruído intenso e típico do impacto entre metais. Além disso, deixa de admitir o ar e o combustível, e de eliminar os gases da combustão.

Portanto, os danos causados pelo rompimento de uma correia dentada podem ser maiores. Pode atingir até o próprio comando de válvulas, tuchos e o cilindro do motor.

O que fazer se a correia dentada quebrar?

Em uma situação de quebra dessa correia sincronizadora é possível evitar que o prejuízo seja ainda maior. Antes de tudo pise imediatamente na embreagem (câmbio manual) ou ponha a alavanca em N (automático) e desligue a ignição.

Assim, evita-se que as rodas façam o motor girar ou que ele continue funcionando por conta própria. De forma alguma tente dar a partida no motor. Chame um guincho.

Correia dentada quando substituir?

A definição do momento em que a correia dentada deve ser substituída se dá através do acompanhamento das horas trabalhadas ou quilometragem. Da mesma forma que ocorre com as correias sincronizadoras nos equipamentos industriais, a manutenção deve ser preditiva. Ou seja, acompanhamento periódico através de monitoramento ou inspeções.

É recomendado a verificação da correia dentada a cada 10mil quilômetros de uso.

Pode ser necessário trocar o rolamento da correia?

Sim, mas só se ele estiver apresentando algum problema. Alguns especialistas alertam que não existe essa recomendação ou obrigatoriedade no manual dos fabricantes de correias dentadas. O mecânico deve capaz de perceber se o rolamento está em ordem ou se já está próximo de sua substituição.

Resumindo

Considerando a importante participação que as correias dentadas têm no setor automotivo, trouxemos um conteúdo que é sempre atual e de interesse de muitos. Principalmente no período de férias ou fim de ano. Em outras palavras, quando muitos programam as suas viagens.

Com o intuito de sempre entregar a melhor informação aos seus clientes e seguidores, a Abecom preparou este material com exclusividade.

Quando o assunto for correias industriais, conte com a Abecom!

A Abecom é a maior distribuidora de correias Continental e está no mercado desde 1964. Sempre oferecendo aos clientes produtos e serviço de qualidade.

Temos um amplo estoque de correias industriais, rolamentos e acessórios de manutenção industrial.

Além disso, também possui distribuição autorizada de fabricantes como Martin, TIMKEN, McGill, SKF e FRM, por exemplo.

Se estiver procurando por um distribuidor de correias Continental ou fornecedor de rolamentos, confiável, com amplo portfólio e melhor prazo de entrega, conte com a Abecom.

Temos uma linha completa de soluções em manutenção de equipamentos como mancais, correias, graxa para rolamentos, lubrificantes industriais, entre outros.

Não deixe de nos consultar, você vai se surpreender com o nosso atendimento!

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Deixe um comentário

Artigos mais lidos

Últimas Notícias

Categorias

Tags