ROLAMENTOS E SOLUÇÕES EM MANUTENÇÃO INDUSTRIAL
MATRIZ - SP: (11) 2797-1322 | SERVICE - SP: (11) 2902-1460
ROLAMENTOS E SOLUÇÕES EM MANUTENÇÃO INDUSTRIAL
MATRIZ - SP: (11) 2797-1322 | SERVICE - SP: (11) 2902-1460

O que é custo direto, indireto e induzido para calcular custos de manutenção?

calcular custos de manutenção industrial-min

Para calcular custos de manutenção é importante que a empresa conheça as variáveis relacionadas aos serviços de manutenção. Principalmente as ações para manter ou reparar equipamentos, peças e sistemas.

Visto que o setor de manutenção atua para maximizar a vida útil dos equipamentos e age para evitar a ocorrência de falhas, por meio das manutenções preventivas e preditivas, é importante saber o quanto tudo isso impacta nos custos da empresa.

Veja com esse artigo o que são os custos de manutenção direto, indireto e induzido, bem como a forma que deve ser calculado o custo de manutenção a partir desses critérios.

O que são custos de manutenção?

De uma maneira simples, os custos de manutenção são aqueles que garantem a eficiência de funcionamento dos equipamentos, bem como ampliam a sua vida útil. Desse modo, os principais itens que devem ser considerados nos custos de manutenção são:

  • Mão de obra de manutenção própria ou terceirizada;
  • Reposição de peças;
  • Indisponibilidade de máquinas;
  • Estoque de peças e materiais para os serviços;

Veja que antes de saber calcular custos de manutenção, é fundamental entender quais são e como devem ser mensurados. Isso porque a manutenção de um equipamento não é somente o custo de uma peça nova.

O processo envolve inúmeras ações que vão do reparo em si, até as atividades administrativas.

Uma empresa que realiza uma gestão de ativos eficiente tem por objetivo primordial otimizar os processos produtivos, bem como reduzir os custos operacionais.

Mas para isso, deve conhecer os custos da manutenção em função do modelo adotado. Ou seja, manutenção corretiva, preventiva e preditiva.

Em cada uma delas, os fatores que determinam a sua aplicação são diferentes. Por exemplo:

1.º – A manutenção corretiva ocorre depois que os problemas já aconteceram. Por isso, os custos são mais elevados com a interrupção do processo produtivo;

2.º – A manutenção preventiva ocorre em uma programação periódica. Também implica em perdas para a organização se as falhas acontecerem antes;

3.º – A manutenção preditiva tem como pressuposto o monitoramento constante dos equipamentos, objetivando impedir que as falhas acorram.

Como resultado de uma gestão de custos de manutenção assertiva, as empresas estão colocando a manutenção industrial como parte estratégica e competitiva da empresa.

custos diretos-min

O que são custos diretos, indiretos e induzidos?

Quando tratamos de custos de manutenção é fundamental entender bem o que são os custos direto, indireto e induzido.

Em geral, a separação dos custos está relacionada às atividades, diretas ou não, no processo de manutenção da empresa.

Nesse sentido, a classificação é a seguinte:

Custos diretos

São aqueles que envolvem recursos usados para realizar o serviço de manutenção, tais como: mão de obra, ferramentas, peças de reposição e insumos.

Custos indiretos

São aqueles decorrentes da depreciação dos equipamentos e do lucro cessante – prejuízo que ocorre em função da interrupção das atividades produtivas.

Custos induzidos

São aqueles que ocorrem por erros de manutenção e geram impactos nos processos produtivos, bem como no caixa da empresa. Como, por exemplo, perdas de clientes, deterioração da imagem da empresa, multas, desperdícios, dentre outros.

Como calcular custos de manutenção direta

Para calcular custos de manutenção com a mão de obra direta é preciso ter em vista que se trata especificamente dos funcionários que executam a manutenção industrial. Por isso, é necessário calcular a sua participação na composição do custo unitário do serviço.

Ou seja, quantas horas de mão de obra foram necessárias para executar o serviço, considerando cada um dos profissionais que participou da operação de manutenção.

Nesse sentido, é interessante observar que um mecânico de manutenção pode exercer diversas atividades, tais como:

Assim, o custo direto está associado com o custo unitário de cada serviço. Por isso, é preciso calcular quantas horas foram utilizadas para um serviço por cada profissional envolvido na sua execução.

Cálculo dos custos de manutenção de mão de obra direta

De uma maneira bem simples, explicaremos com o seguinte exemplo.

Imagine que um serviço de manutenção necessite de 4 profissionais para realizarem as diferentes etapas. Cada um necessita de 30 minutos de trabalho.

Logo, multiplicando 4 x 30, temos o total de 120 minutos ou 2 horas de trabalho.

Assim, para calcular custos de manutenção direta, basta utilizar a seguinte fórmula:

Custo de mão de obra direta = Salário x [1 + (Leis Sociais + Encargos)]

A primeira coisa que precisamos é calcular o valor do salário correspondente a 2 horas de serviços de manutenção, sendo 30 minutos por cada mecânico.

Por exemplo, se consideramos um salário R$ 2.000,00 para os mecânicos de manutenção que realizaram o serviço, com uma jornada de 220 horas semanais, teremos o seguinte:

2000 / 220 = 9,09 a hora, como são 2 horas, temos 18,18.

Aplicando a fórmula, temos = 18,18 x [1 + (Leis Sociais + Encargos)]

Contudo, para os percentuais de encargos e taxas de leis sociais é necessário consultar o setor de Recursos Humanos da empresa para obter informações confiáveis. De fato, estes percentuais estão relacionados com os seguintes itens:

  • Encargos sociais: 13° salário, repouso semanal e férias indenizadas;
  • Taxas de leis sociais: Previdência Social, INSS, FGTS.

custos com peças de reposição

Calcular custo de manutenção com peças de reposição

Em se tratando de calcular custos de manutenção com peças de reposição é preciso considerar os seguintes itens:

  • Valor unitário da peça;
  • Custo com transporte;
  • Custo com armazenagem.

É importante lembrar que o transporte e armazenagem de peças de reposição também implicam em custos para a empresa. Visto que precisa de uma pessoa para cuidar do estoque, bem como o espaço físico que ocupam. Tudo isso também representa um gasto.

Para calcular esses custos, é preciso identificar qual a percentagem que eles representam no total de materiais transportados e armazenados. Desse modo, chega a um valor unitário a ser somado ao custo da peça de reposição.

Como calcular custos de manutenção indireta

Quando vamos calcular custos de manutenção indireta, precisamos considerar dois fatores. A depreciação dos equipamentos e o lucro cessante.

Para o cálculo da depreciação dos equipamentos é necessário recorrer ao setor de contabilidade (ou controladoria) da empresa. Ele dispõe dessas informações corretas e atualizadas.

Já para o cálculo do lucro cessante, pode ser considerada a seguinte fórmula:

média de faturamento diário da empresa x o número de dias que o processo produtivo ficou parado.

Além disso, é importante considerar também as despesas operacionais do período.

Como calcular custos de manutenção induzida

Antes de mostrar como calcular custos de manutenção induzida, veja seguinte exemplo:

Uma empresa negociou um contrato para entregar uma carga em um prazo determinado. Contudo, ocorreu uma falha em um dos rolamentos, que atrasou todo o processo produtivo. Em virtude desse problema, a carga foi entregue com muito atraso e a empresa acabou recebendo uma multa por não cumprir os prazos contratuais.

Com esse exemplo, fica fácil entender que o custo induzido se relaciona às consequências geradas a partir de um problema no processo produtivo.

Nesse caso, se o setor de manutenção não foi eficiente para impedir a falha. Como resultado, a multa e os prejuízos pelo atraso são custos de manutenção induzida.

Controle e faça a gestão dos custos com a manutenção dos seus ativos

Neste artigo você viu as bases para calcular custos de manutenção a partir dos critérios de custo direto, indireto e induzido de manutenção.

Da mesma forma, explicamos como proceder para realizar os cálculos necessários para essa apuração.

Se gostou das informações e deseja mais detalhes, estamos à sua disposição.

Somos uma empresa especializada em soluções para manutenção industrial. Além disso, fornecemos produtos de alta qualidade, integrados com serviços de preditiva que reduzem os custos através de inovação e engenharia de aplicação.

Atuamos com componentes industriais e soluções das marcas SKF, Continental, Martin, Sabó, Megadyne, entre outras.

No entanto, somos mais que uma distribuidora de rolamentos, somos uma multiespecialista em manutenção industrial. Ajudamos nossos clientes a:

  • Melhorar a produtividade da sua empresa;
  • Reduzir os seus custos de manutenção;
  • Otimizar os projetos de transmissão adotados;
  • Reduzir o tempo de espera de produtos nas paradas;
  • Diminuir o inventário do cliente;
  • Maximizar a vida útil dos produtos fornecidos.

Para obter mais informações sobre as nossas soluções em contratos de manutenção e monitoramento preditivo, fale com um de nossos especialistas.

Aproveite e compartilhe esse material em suas redes sociais. Assim seus contatos e amigos poderão aprender sobre o assunto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Deixe um comentário

Artigos mais lidos

Últimas Notícias

Categorias

Tags