logo-home-nova-1.webp

REMANUFATURA – UMA TENDÊNCIA CRESCENTE NA INDÚSTRIA.

remanufatura-uma-tendencia-crescente

Mais e mais fabricantes estão se voltando para a remanufatura para contribuir significativamente para seus objetivos de sustentabilidade e circularidade. Com essa tendência, vem crescendo a demanda por rolamentos remanufaturados.

hannes-leopoldseder-gerente-da-unidade-de-negociosA demanda por rolamentos remanufaturados está em constante crescimento. Inicialmente, as razões eram a necessidade de custos mais baixos e prazos de entrega mais curtos. Hoje, no entanto, as metas de sustentabilidade e economia circular contribuem para a demanda.

Hannes Leopoldseder, gerente da unidade de negócios do Centro de Serviços Industriais da SKF em Steyr, Áustria, um dos mais de 15 centros de remanufatura da SKF em todo o mundo, ressalta que a repotencialização de rolamentos não é um processo novo; na indústria pesada ela tem sido praticada há 25 anos.

“Há uma tendência para algumas indústrias, mais do que outras, adotarem a remanufatura de rolamentos para melhorar a sustentabilidade e adotar a economia circular”, diz Leopoldseder. “No entanto, em quase todos os casos, tende a ser aqueles fabricantes ou operadores cujos objetivos de sustentabilidade já são prioridade na sua agenda que têm maior aceitação da remanufatura de rolamentos e que agem mais rapidamente.”

“Nessas empresas, descobrimos que estamos nos relacionando com novas pessoas”, diz Leopoldseder. “Não apenas compradores e engenheiros, mas também aqueles que supervisionam a sustentabilidade. Seus indicadores de desempenho não são necessariamente financeiros, mas estão conectados à redução de carbono e circularidade de uma empresa.”

Novo centro no norte da Suécia

Em 2020, como resposta a essa tendência, a SKF estabeleceu seu primeiro Centro de Economia Circular em Gotemburgo, na Suécia. É uma unidade local que permite soluções circulares próximas dos clientes. A demanda pelos serviços do centro quadruplicou em apenas dois anos e, em abril de 2022, a empresa inaugurou um novo centro em Kiruna, no norte da Suécia.

Leopoldseder diz que a escolha de remanufaturar ao invés de comprar novos muitas vezes requer uma mudança de mentalidade. “Vejo a mudança para rolamentos remanufaturados aumentando, por razões de sustentabilidade”, diz ele. “O processo de remanufatura tem um enorme potencial.”

Mais padrões estão sendo implementados por órgãos governamentais globais e nacionais para melhorar a sustentabilidade dos fabricantes, e isso acelerará o uso de rolamentos remanufaturados. No entanto, diz Leopoldseder, tem que ser um movimento conjunto, baseado não apenas em padrões, mas também na demanda dos clientes por opções mais sustentáveis.

“Cada vez mais, os compradores consideram não apenas se um produto é fabricado de forma sustentável, mas também se no final de sua vida útil há um meio sustentável de descarte e se seus componentes podem ser reutilizados”, diz ele. “Isso nos moverá de uma economia linear baseada em obter, fabricar e consumir, para uma economia circular baseada em reduzir, reutilizar e reciclar.”

Os primeiros passos do novo Centro de Economia Circular da SKF em Kiruna, no norte da Suécia.
Os primeiros passos do novo Centro de Economia Circular da SKF em Kiruna, no norte da Suécia.

Remanufatura de rolamentos de turbina

A indústria eólica é uma das mais novas indústrias a se voltar para a remanufatura, neste caso os rolamentos de turbina.

“Com seu foco na sustentabilidade, essa mudança dos produtores de energia eólica é compreensível”, diz Leopoldseder. “Embora a indústria tenha usado por muitos anos componentes remanufaturados, como eletrônicos e placas, o uso de rolamentos remanufaturados foi deixado para trás.”

“As turbinas eólicas evoluíram, cresceram em tamanho e aumentaram sua vida útil, e agora, estão passando por manutenção adicional”, diz ele, “de modo que os rolamentos remanufaturados se tornaram mais viáveis”.

Remanufatura na SKF em Steyr, Áustria.
Remanufatura na SKF em Steyr, Áustria.

Indústrias pesadas impulsionando a tendência

Os primeiros a adotarem a remanufatura foram os fabricantes que tradicionalmente têm altas emissões de CO2 e estão sob a maior pressão para reduzi-las.

vejo-a-mudanca-para-rolamentos-remanufaturados“Você talvez possa pensar que esses fabricantes procurariam as grandes reduções de custos, mas para aqueles em indústrias pesadas, como mineração, metalurgia e produção de cimento, todas as reduções de custos se somam”, diz Leopoldseder. Ele cita algumas histórias de sucesso dentro da indústria siderúrgica.

A SKF trabalha com uma siderúrgica há mais de 10 anos e remanufaturou mais de 39.000 rolamentos usados em máquinas de fundição contínua (CCMs), explica ele. Isso ajudou a empresa a reduzir as emissões de CO2 em mais de 65 toneladas por ano e levou a zero falhas de equipamentos devido a rolamentos, ao mesmo tempo em que reduziu os custos anuais associados aos rolamentos CCM em uma média de cerca de 500.000 dólares.

Outra empresa siderúrgica queria reduzir suas emissões de CO2 em um terço. Ele analisou potenciais geradores de emissões, como seus altos-fornos, mas se concentrou em fazer reduções em todos os lugares que pudesse.

As máquinas de rodízio de laje da empresa exigem a substituição de cerca de 2.000 rolamentos por ano. O recondicionamento de metade deles a cada ano economiza 10 toneladas de aço e cerca de 62.000 kWh de energia e elimina quase 30 toneladas de emissões de CO2.

Um rolamento remanufaturado na fábrica da SKF em Steyr, Áustria.
Um rolamento remanufaturado na fábrica da SKF em Steyr, Áustria.

Uma ferramenta para calcular as emissões poupadas

Para alcançar esses tipos de economia, a remanufatura precisa ser incorporada aos regimes de manutenção. A SKF também usa uma Calculadora de Emissões Poupadas, um aplicativo interno que mostra a quantidade de emissões de CO2 que são economizadas com a compra de serviços recondicionamentos em vez de novos. Optar por estes serviços reduz as emissões de CO2 em uma média de 90%. Mas para regimes de manutenção, identificar o ponto ideal para o recondicionamento de um rolamento também é vital.

“O rolamento não pode ser usado demais”, diz Leopoldseder. “Uma vez que falha, não pode ser reparado. Ele deve ser remanufaturado a um nível de desgaste quando puder ser repotencializado para uma condição de “novo”. Esta é uma ação crítica de equilíbrio. Repare um rolamento muito cedo e você desperdiçou sua vida útil. Deixá-lo em uso por muito tempo até que o rolamento falhe significa que o produto original virou sucata.

O truque para maximizar a sustentabilidade é repontencializar o rolamento no momento ideal.” Leopoldseder vê o monitoramento de condições e a inteligência artificial se combinando com a remanufatura para encontrar esse equilíbrio.

“Isso já está acontecendo”, diz ele. “Em uma fábrica de celulose e papel, os rolamentos de grande diâmetro incorporam sensores que monitoram 700 pontos de processo. Detectando defeitos antes que eles causem danos, eles indicam o ponto correto para que a remanufatura ocorra.”

Para o futuro, Leopoldseder acha que devemos olhar para a indústria automotiva como um exemplo. “Quando um motor de caminhão falha, os compradores buscam um motor remanufaturado sem quaisquer perguntas sobre a qualidade ou sua condição de novo”, diz ele. “Não significa motor remanufaturado propriamente dito, mas um construído com peças de diferentes veículos, possivelmente até mesmo vindo de diversas partes do mundo.”

“Atualmente, remanufaturamos o rolamento do próprio cliente e ele é devolvido a ele após a remanufatura”, continua Leopoldseder. “Se os rolamentos repotencializados fossem um ‘produto’ como os motores de caminhão, os custos poderiam ser potencialmente mais baixos e os prazos de entrega reduzidos, um dos mais importantes impulsionadores originais por trás da repotencialização, poderiam ser efetivamente alcançados.”

Redução das emissões de co2

A remanufatura e a reutilização de rolamentos com um peso total de 600 kg podem reduzir as emissões de CO2 em uma tonelada e reduzir a pegada de carbono de um fabricante em até 90% quando comparado com a compra de novos rolamentos.

Do ponto de vista da sustentabilidade, não se trata apenas de reutilização e reciclagem, mas também de uma redução nos processos de fabricação necessários. Enquanto a fabricação de um novo rolamento envolve 100 processos, a remanufatura leva apenas 10.

Remanufatura global aumenta

Em abril de 2022, a SKF começou a construir seu segundo Centro de Economia Circular em Kiruna, na Suécia. Atenderá clientes no norte da Suécia nas indústrias de mineração, siderurgia, ferrovia e papel. O motivo para o novo centro foi a crescente demanda por rolamentos remanufaturados.

O primeiro Centro de Economia Circular da SKF foi inaugurado em Gotemburgo, na Suécia, em 2020. É uma unidade local que permite soluções circulares próximas aos clientes, com capacidade de remanufatura de 13.000 rolamentos por ano. Ela se concentra não apenas na remanufatura de rolamentos, mas também, o que é mais importante, na remanufatura de unidades de rolamentos, mancais de rolamentos, e gerenciamento de lubrificação e de vedações. As vendas quadruplicaram em dois anos e a demanda continua crescendo.

Os centros de remanufatura oferecem aos clientes um serviço abrangente que quantifica o valor “verde”, como consumo reduzido de energia, impacto de CO2 e consumo de lubrificantes, bem como valor econômico, como aumento de produtividade e redução de custos.

A SKF tem mais de 15 centros de remanufatura em todo o mundo.

Como conhecer suas reduções de co2

À medida que mais e mais clientes consideram a pegada ambiental ao escolher fornecedores, os Serviços de Remanufatura da SKF vêm com um relatório de inspeção técnica do produto, redução documentada da emissão de CO2 e uma garantia que é praticamente a mesma de um rolamento novo.

A SKF também desenvolveu uma Calculadora de Emissões Poupadas, um aplicativo que pode mostrar facilmente a quantidade de emissões de CO2 que são economizadas com a compra de serviços remanufaturados em vez de novos. Optar por serviços de remanufatura reduz as emissões de CO2 em uma média de 90%. E quando os clientes selecionam os Serviços de Remanufatura da SKF e enviam suas unidades para a SKF, eles recebem documentação do aplicativo que mostra como estão contribuindo para a economia circular.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Deixe um comentário

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Artigos mais lidos

Últimas Notícias

Categorias

Tags