logo-home-nova-1.webp

Manutenção preditiva em componentes de equipamentos rotativos: veja o que fazer.

manutenção preditiva em equipamentos rotativos

Alguns componentes em equipamentos rotativos e de transmissão têm grande importância dentro de um plano de manutenção preditiva. Principalmente motores elétricos, mancais, rolamentos e correias.

Estes são ativos que causam paradas de máquinas quando apresentam falhas funcionais. Por isso, o setor de manutenção deve garantir a disponibilidade e confiabilidade no trabalho destes componentes.

Confira agora como as principais ações de manutenção preditiva que você pode adotar em componentes de sistemas rotativos.

Quais componentes merecem atenção da Manutenção Preditiva em equipamentos rotativos?

Para a indústria de modo geral, os equipamentos rotativos são o coração de muitos processos produtivos. Uma máquina que transmite movimento, força ou rotação, sempre vai depender de componentes como:

  • Rolamentos,
  • Mancais,
  • Correias,
  • Eixos,
  • Acoplamentos,
  • Engrenagens,
  • Motores elétricos,
  • Entre outros.

Portanto, uma das principais responsabilidades da manutenção em uma indústria é cuidar para que estas peças não falhem antes do planejado.

Exatamente por esse motivo que vamos apresentar algumas dicas de manutenção preditiva em equipamentos rotativos. Especialmente para os componentes mais críticos.

Manutenção preditiva em mancal

A manutenção preditiva em mancais vai garantir que paradas não planejadas afetem seu equipamento rotativo.

Ela deve ser feita através de monitoramento com técnicas como: análise de vibrações, termografia, ultrassom e alinhamento a laser.

Assim, será possível identificar alguns defeitos ainda em estágios iniciais. Veja no quadro abaixo, as falhas mais comuns que e as ações que você adotar.

Tipos de falhas Ação
Vedações dos mancais muito apertadas– certifique-se se o diâmetro do eixo é do tamanho correto para a vedação;
Desalinhamento das vedações externas dos mancais– verifique o alinhamento e corrija de acordo com as especificações do fabricante;
Falhas de rolamento anteriores ao mancal– verifique a qualidade da usinagem feita no mancal e se o lubrificante não está carregando impurezas;
Diferença de temperatura significativa entre o eixo e o mancal– selecione um rolamento com folga interna maior para evitar pré-carregamento;

Manutenção preditiva em rolamentos

Os rolamentos também devem fazer parte do plano de manutenção preditiva em equipamentos rotativos. Primeiro, faça uma análise para identificar sintomas de falha potencial.

Observe na próxima tabela a relação entre sintomas e possíveis causas:

Sintomas Possíveis causas
Calor em excesso– Lubrificação inapropriada;
– Falha na vedação;
– Folga insuficiente entre peças;
– Rolamento com sobrecarga;
Níveis de vibração e ruído excessivos– Contato metal com metal;
– Contaminação com material sólido;
– Folga no ajuste das peças;
– Dano superficial;
– Excesso de fricção entre os componentes;
Falta de lubrificação;
Movimento excessivo do eixo– Folga entre o eixo e o rolamento, ou entre o rolamento e o mancal;
– Dano superficial no eixo;
– Folga incorreta do rolamento interno;
Fricção excessiva para rotacionar o eixo– Rolamento pré-carregado;
– Atrito com a vedação;
– Dano superficial no eixo;
– Erro de projeto;
Baixo nível de lubrificante– Desgaste das vedações;
– Intervalo incorreto entre as trocas e reposição do lubrificante;
– Tipo de lubrificante incompatível;
Folga interna excessiva no rolamento– Um ajuste incorreto no eixo ou na caixa de mancal;
– Assentos do eixo ou mancal;
– Desalinhamento;
– Erros de montagem;
Amassados ​​nas pistas– Montagem com ferramentas incorretas;
Excesso de força durante a montagem;
– Pancadas na montagem;
– Armazenamento inapropriado;
Pista interna solta no eixo– Vibrações;
– Ajuste forçado;
– Excesso de carga de trabalho;
ebook de rolamentos

Manutenção preditiva em correias de equipamentos rotativos

Engana-se quem pensa que as correias industriais ficam de fora da manutenção preditiva dos sistemas de transmissão rotativos.

Existem algumas boas práticas que você pode adotar para garantir o correto funcionamento deste importante elemento de máquina.

Ainda mais se combinar ações de manutenção preditiva e preventiva, por exemplo:

  • Inspeção visual: remover a proteção e verificar se há danos ou desgaste na correia e na polia;
  • Ultrassom e termografia: inspecionar os componentes de acionamento como rolamentos, eixos, suportes de motor e trilhos de recolhimento;
  • Medidor universal de tensão de correia: verificar a tensão da correia e ajustar conforme necessário.
  • Ferramentas de alinhamento de correia: alinhar a correia com as polias ou rodas dentadas (em caso de correia sincronizadora).

Manutenção preditiva em motores elétricos

Para aumentar a vida útil de motores elétricos é indispensável o acompanhamento de variáveis que impactam diretamente no seu funcionamento.

Por isso é importante que a manutenção não olhe apenas para a parte elétrica e adote estratégias de manutenção preditiva que permitam aumentar sua durabilidade.

Nesse sentido, as ações de monitoramento do motor são a maneira mais eficiente para se alcançar a máxima performance e vida útil deste componente. Assim, a análise contínua dos parâmetros de vibração, corrente e temperatura são fundamentais para diagnosticar possíveis falhas em motores elétricos.

Hoje, inclusive, já é possível monitoramento contínuo do motor de forma on-line. Isso permite antecipar necessidades de manutenção e evitar paradas por quebras.

O monitoramento continuo possibilita o acesso aos dados em tempo real e permite a interação remota entre o técnico e o equipamento.

O conjunto manutenção preditiva e o monitoramento contínuo auxilia na diminuição das paradas emergenciais. E isso tem impacto direto no orçamento, pois paradas sem programação tendem a encarecer o processo.

Principais dispositivos para monitoramento preditivo de um motor elétrico:

  • sensor de temperatura;
  • sensor de vibração;
  • sensor de corrente;
  • software de manutenção preditiva;

Conclusão

Apresentamos nesse artigo o que você pode fazer de manutenção preditiva em equipamentos rotativos para garantir maior produtividade em seus processos. Assim, suas máquinas não param antes do planejado e seus custos produtivos não sobem.

Entretanto, para que tudo isso traga bons resultados, é importante instalar em sua máquina componentes que durem a vida útil projetada. Nada vai adiantar se sua empresa escolher peças sem qualidade ou de origem duvidosa.

Por isso, recomendamos sempre comprar produtos de distribuidores autorizados e certificados pelos fabricantes. Somente assim você terá a garantia de estar adquirindo uma peça original, fabricada com materiais e processos que segue os padrões de normas internacionais.

Acesse nosso catálogo de produtos e escolha os componentes das principais marcas mundiais para seu equipamento. Conte com ABECOM para melhorar a eficiência na manutenção industrial da sua empresa.

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Deixe um comentário

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Artigos mais lidos

Últimas Notícias

Categorias

Tags