ROLAMENTOS E SOLUÇÕES EM MANUTENÇÃO INDUSTRIAL
MATRIZ - SP: (11) 2797-1322 | SERVICE - SP: (11) 2902-1460
ROLAMENTOS E SOLUÇÕES EM MANUTENÇÃO INDUSTRIAL
MATRIZ - SP: (11) 2797-1322 | SERVICE - SP: (11) 2902-1460

Castanhas e flexibilidade – uma receita vencedora no setor de processamento de alimentos.

Castanhas e flexibilidade – uma receita vencedora no setor de processamento de alimentos.

O setor de processamento de alimentos é uma indústria competitiva. Um fabricante de máquinas não deve apenas projetar equipamentos de primeira linha, mas também se adaptar às novas regulamentações governamentais, às mudanças de gosto dos consumidores e à crescente atenção da sociedade à saúde e à higiene.

Adaptabilidade e criatividade são fundamentais para o sucesso da Boema S.p.A., uma desenvolvedora e fabricante de máquinas italiana para a indústria de processamento de alimentos. Sua flexibilidade proativa tem sido aparente desde o início. Quando dois jovens empreendedores, Giovanni Giorgio Bosio e Mauro Ponzo, iniciaram seus negócios em Neive, Piemonte, em 1979, queriam nomear sua oficina mecânica com seus próprios nomes. Mas BOsio E POnzo teria se tornado BOEPO, o que não soava bem em italiano. Então, eles usaram o sobrenome de Giovanni e o primeiro de Mauro para criar a BOEMA. Não os incomodou que o nome soasse como La Bohème, a famosa ópera italiana.

marco-bosio-gerente-de-vendas-da-boema-s.p.a

 

Líder mundial no setor de equipamentos para processamento de alimentos

Bosio e Ponzo adotaram uma estratégia vencedora desde o início, talvez inspirada em uma linha no refrão de abertura do Ato Dois da ópera: Caldi i marroni! (castanhas quentes!). Eles decidiram focar nos processos de descascar e processar as castanhas, um mercado de nicho até então ignorado, e inventaram máquinas especificamente para castanhas. Isso se tornou seu cartão de visitas e seus projetos para este maquinário são usados até hoje. “Somos reconhecidos como líder mundial neste setor”, observa Marco Bosio, filho do co-fundador e gerente de vendas da empresa.

No entanto, as castanhas são sazonais, e a sazonalidade limita o crescimento, de modo que os fundadores gradualmente expandiram-se para produtos secundários não sazonais, como purês, geleias, alimentos congelados e frescos, além de comida para bebês. Para competir efetivamente, eles ofereceram não apenas habilidades técnicas, mas também a capacidade de atender às expectativas dos clientes. “Esse é o nosso ‘valor agregado’ hoje – conhecimento de processos mecânicos, mais criatividade, mais intuição e atenção às necessidades dos clientes em diversos setores alimentícios”, diz Bosio.

Um manuseio mais delicado do produto durante o processamento

Outro avanço veio quando a empresa introduziu o descascamento a vapor. A Boema não foi a primeira a usar vapor no processamento de batata e vegetais, mas a solução da empresa permitiu um manuseio mais delicado do produto, uma vantagem competitiva para frutas.

Em 1994, a Boema abriu um escritório comercial na Polônia, que se tornou um centro de produção em 2006 e expandiu-se várias vezes, assim como o centro original em Neive.

Bosio está otimista com as perspectivas futuras da Boema. “As pessoas têm que comer, então nosso mercado vai continuar”, diz ele. Ele cita a estratégia da empresa de projetos personalizados ad hoc, chamada de vantagem ad hoc. “Moldamos cada projeto às necessidades específicas desse cliente”, diz ele. “Nosso foco não é uma única peça de máquina, mas uma linha de produção completa.”

Ele prevê que o maquinário de processamento de alimentos nos próximos anos será mais flexível, mais higiênico e mais limpo; será mais automatizado e exigirá menos manutenção. Mas, para isso exigirá flexibilidade e criatividade, exatamente as qualidades que caracterizaram a Boema desde o início. Os aplausos continuarão para esta ópera italiana.

a-fabrica-da-boema-esta-localizada-em-neive-italia
A fábrica da Boema está localizada em Neive, Itália.

 

teste-do-produto-em-andamento
Teste do produto em andamento.

 

lorenzo-faccio-engenheiro-mecanico
Lorenzo Faccio, engenheiro mecânico.

 

rolamento-skf-da-linha-de-alimentacao-instalado-em-uma-correia-de-dosagem
Rolamento SKF da linha de alimentação instalado em uma correia de dosagem

 

maquina-de-processamento-de-geleia
Máquina de processamento de geleia.

Colaboração com a SKF

A Boema vem comprando rolamentos SKF através de um distribuidor autorizado local, Crosa, desde o início dos anos 2000. Em 2017, a Crosa apresentou o gerente técnico da Boema, Giovanni Icardi, ao gerente de contas da SKF, Giovanni Negri, com o objetivo de facilitar as comunicações entre os dois.

“A SKF descreveu os serviços que oferecem aos clientes e forneceu conselhos sobre a gama de componentes para nossos equipamentos e antecipou novos produtos – não apenas rolamentos, mas também lubrificantes”, lembra Icardi.

Um dos novos produtos apresentados foram as unidades de rolamento de esferas para a linha de alimentação da SKF, uma série de unidades de rolamento lançada naquele ano, projetada especificamente para a indústria alimentícia.

Suas inovações foram atraentes para a Boema: os rolamentos são selados e certificados para oferecer proteção e alto desempenho, além de serem livre de manutenção, mesmo nos ambientes de limpezas mais difíceis, e nenhuma relubricação é necessária.

Nenhuma lubrificação significa que nenhum trabalhador está exposto a situações potencialmente perigosas na segurança do trabalhando em ambientes molhados e escorregadios enquanto faz a lubrificação. As chances de contaminação de alimentos também são reduzidas.

Icardi adorou o recurso livre de manutenção. “O mercado de hoje só quer manutenção programada“, diz ele. Outra vantagem dos rolamentos sem relubricação foi a maior liberdade no projeto de máquinas. A Boema não precisava garantir o acesso para aplicar um lubrificante, e o cliente não via lubrificante pingando de forma insalubre.

A Boema foi orientada durante a implementação da solução sem manutenção por Simona Allio, do time de Engenharia de Aplicação na Itália. Os engenheiros de aplicação da SKF, com seus amplos conhecimentos técnicos, apoiam o escritório técnico para atingir metas projetadas.

Em 2018, a Boema experimentou unidades de rolamento de esferas da linha de alimentação da SKF, fornecidas através da Crosa para garantir um fornecimento sem problemas. Eles foram usados no equipamento de processamento de pêssego de um cliente. Pêssegos requerem manuseio delicado e lavagem frequente; um teste de campo mostraria o quão bem a linha funcionava sob o estresse das condições reais da fábrica.

Após o primeiro ano, o cliente ficou satisfeito. Para verificação, a Boema forneceu dados de linha e amostras de campo à SKF que confirmaram o desempenho desses rolamentos em operação. Em outro teste de campo, o consumo de rolamento foi reduzido pela metade.

“Com essas confirmações positivas, começamos a propor unidades de rolamento de esferas da linha de alimentação da SKF para outros clientes”, diz Icardi. “Dessa forma, poderíamos transferir nosso conhecimento comprovado para nossos clientes. Alguns de nossos clientes, então, optaram por essa solução.”

Atualmente, a unidade de rolamento de esferas da linha de alimentação da SKF pode ser a única desse tipo na Itália. Ela ajudou a garantir a posição da Boema como líder no mercado de processamento de alimentos e é um ponto de orgulho para a empresa.

Boema, S.p.A.

Fundada

1979

Localização

Corso Scagliola, 197 – 12052 Neive, Cuneo, Itália

Subsidiária polonesa

FME Food Machinery Europe Sp.zo.o., Wyzne 261A – 38-120 Czudec, Polônia

Propriedade

Empresa privada

Linhas de produtos

Equipamentos de produção personalizados para o setor alimentício, incluindo:

  • Máquinas para processar purê e concentrados, geleias, frutas e legumes frescos e congelados, molhos, castanhas, chocolates e cremes
  • Tanques e misturadores de aço inoxidável

Número de funcionários

200

Receita anual

30 milhões de euros

Site

www.boema.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Deixe um comentário

Artigos mais lidos

Últimas Notícias

Categorias

Tags