ROLAMENTOS E SOLUÇÕES EM MANUTENÇÃO INDUSTRIAL
MATRIZ - SP: (11) 2797-1322 | SERVICE - SP: (11) 2902-1460
ROLAMENTOS E SOLUÇÕES EM MANUTENÇÃO INDUSTRIAL
MATRIZ - SP: (11) 2797-1322 | SERVICE - SP: (11) 2902-1460

Gestão da Manutenção: entenda o que é, porque ela é importante e quais os principais cursos.

gestão da manutenção, planejamento e controle

A gestão da manutenção é um tema cada vez mais importante nas indústrias. Não é apenas um conceito, mas uma ferramenta que permite alcançar maior eficiência e produtividade na produção industrial. Sobretudo quando sua empresa está em um mercado dinâmico e competitivo.

A partir da indústria 3.0, período de avanços tecnológicos e inovação na comunicação, a informática e a robótica permitiram maior desenvolvimento nos processos industriais. Com isso, a manutenção industrial ganha um novo significado.

Deixa de atuar somente quando o equipamento quebra e passa a trabalhar para identificar as falhas que podem ocorrer. Ou seja, busca antecipar e entender o que pode acontecer a partir do desempenho no presente.

Por isso, no artigo de hoje, falaremos sobre o que é gestão da manutenção e como deve ser aplicada, bem como a importância do Planejamento e Controle dessa manutenção industrial.

Além disso, você verá alguns cursos sobre gestão da manutenção disponíveis no mercado. Vamos lá?

O que é gestão da manutenção?

A gestão da manutenção consiste em um processo de melhoria contínua. Controla e monitora o funcionamento de máquinas e equipamentos da produção. Por isso, seu principal objetivo é evitar que ocorram as quebras e paradas no processo.

Atualmente, a gestão da manutenção já é vista como um elemento fundamental para garantir o sucesso do negócio. Assim como melhorar os processos e aumentar a vida útil dos equipamentos.

Por isso, quando a gestão de manutenção é implementada da maneira certa, consegue prevenir possíveis problemas com os ativos produtivos.

Importância da gestão da manutenção para as indústrias

Saiba que a gestão da manutenção é um elemento de grande importância para garantir a qualidade dos produtos e serviços oferecidos pela empresa. Sem dúvida, o objetivo é evitar custos elevados com manutenções ineficientes ou ainda erros de manutenção.

Da mesma forma, assegurar a disponibilidade e confiabilidade dos ativos para produção, bem como aumentar a produtividade e reduzir os custos operacionais da indústria.

Nesse sentido, a gestão da manutenção é quem define os seguintes pontos:

  • Qual manutenção será usada?
  • Como será desenvolvida?
  • Porque será executada?
  • Quando será feita?

É fácil perceber que a partir da gestão da manutenção a empresa passa a ter melhor desempenho na cadeia e processos produtivos.

Desse modo, é preciso entender que além de reduzir custos de manutenção e elevar a vida útil dos ativos físicos, este gerenciamento da manutenção também tem o objetivo de:

  • Agir de forma a identificar as falhas potenciais, antes que ocorram;
  • Resolver com rapidez possíveis problemas na operação das máquinas;
  • Trabalhar de forma a otimizar o uso de recursos com eficiência;
  • Gerenciar de forma eficiente os insumos para manutenções como peças de reposição, óleos lubrificantes e componentes básicos.

Vantagens da gestão da manutenção

Implementar uma gestão da manutenção eficiente traz inúmeras vantagens para a empresa. Confira a seguir quais as principais:

1.ª – Permite reduzir os custos de manutenção e aumentar a eficiência dos processos, ter um fluxo de trabalho contínuo com aumento de produtividade;

2.ª – Elimina ou diminui ao máximo as paradas da produção e quebras de máquinas, otimizando o processo produtivo e garantindo a qualidade dos produtos;

3.ª – Melhora os indicadores de segurança no trabalho, evitando o risco de acidentes e garantindo a utilização dos equipamentos de proteção adequados;

4.ª – Consegue reduzir o lead time de produção, bem como o tempo ocioso da mão de obra, a partir do cronograma de realização das manutenções e melhor organização das tarefas;

5.ª – Permite o agendamento dos serviços de forma eficiente, tendo em vista a adoção dos diferentes tipos de manutenções que são antecipadas aos defeitos;

6.ª – Facilita para a empresa manter a conformidade com as leis, possibilitando que os processos sejam desenvolvidos seguindo as normas e regulamentos pertinentes;

7.ª – Aumenta a vida útil dos ativos físicos, além de garantir as suas boas condições de funcionamento, alocação no espaço físico e preservação;

8.ª – Garante a realização dos procedimentos e rotinas de manutenção no momento adequado e da forma correta, assegurando assertividade nos serviços realizados;

9.ª – Gera uma vantagem competitiva para o negócio e canaliza os investimentos de capital de forma mais eficiente, gerando maior rentabilidade para o negócio;

10.ª –  Melhora a qualidade dos produtos e serviços oferecidos aos clientes, além de atender nos prazos estabelecidos e realizar entregas com maior facilidade.

Como funciona o Planejamento e Controle na Gestão da Manutenção?

Saiba que um ponto de grande importância para a eficiência da manutenção industrial é o Planejamento e Controle na Gestão da Manutenção. Isso porque faz o gerenciamento dos serviços de manutenção necessários para atender as demandas da empresa.

De fato, um dos objetivos centrais da manutenção industrial é assegurar as boas condições de funcionamento dos ativos físicos com o menor custo possível. E para alcançar esse objetivo é fundamental desenvolver um Planejamento e Controle na Gestão da Manutenção.

Ao desenvolver esse plano de manutenção, a empresa obtém uma grande vantagem. Ou seja, consegue identificar os gargalos que prejudicam o processo produtivo, bem como aumentar o desempenho das máquinas.

Além disso, é preciso destacar a importância desse planejamento da manutenção para oferecer subsídios para a tomada de decisão e estratégias para solucionar os problemas. Afinal, tem por objetivo assegurar a confiabilidade e controle dos processos.

Cabe ao supervisor da manutenção fazer a definição das estratégicas mais adequadas para a manutenção industrial, além de alocar os recursos de mão de obra, dinheiro e tempo.

Sem dúvida, isso implica em gerenciar os custos de manutenção, a condições dos equipamentos e o tempo ocorrido entre as falhas. Assim como determinar o tipo de manutenção que deve ser realizada em cada máquina, equipamento, ferramenta.

Elementos chaves do Planejamento e Controle na Gestão da Manutenção

É interessante salientar que o Planejamento e Controle na Gestão da Manutenção tem três elementos essenciais para o sucesso desse plano:

1. – Pessoas: os colaboradores precisam estar motivados para executarem as suas funções com qualidade, além é claro de estarem capacitados e treinados para isso;

2. – Ativos: é essencial planejar com assertividade os recursos que serão utilizados no processo produtivo;

3.- Processos: atentar-se para a otimização dos processos, bem como a eliminação de desperdícios e redução de custos.

Responsabilidades atribuídas ao Planejamento e Controle na Gestão da Manutenção

O Planejamento e Controle na Gestão da Manutenção deve ser desenvolvido para realizar as responsabilidades que deve desempenhar no ambiente industrial, sendo:

1.ª – Montar o cronograma de manutenções industriais

Para elaborar um cronograma para atender as necessidades da empresa é preciso iniciar com a coleta de dados sobre o processo produtivo. Nesse sentido, é importante obter os seguintes dados:

  • Capacidade de trabalho da equipe;
  • Capacidade de utilização dos equipamentos;
  • Disponibilidade dos recursos.

Ao fazer a análide de dados é possível calcular o prazo de entrega e montar o cronograma conforme o pedido do cliente.

2.ª – Planejar a programação de parada

Para planejar a programação das paradas da linha de produção é necessário verificar as datas e horários mais adequados. Uma vez que é preciso que todos os setores estejam alinhados com essa parada para reparos e manutenções necessárias nos equipamentos.

3.ª – Utilizar indicadores de desempenho para acompanhar o processo

É importante utilizar os indicadores de desempenho (KPIs) para verificar a assertividade dos planos de manutenção que foram traçados. Isso porque qualquer desvio deve ser corrigido para assegurar os resultados esperados.

Desse modo, é essencial trabalhar com os indicadores de manutenção para obter subsídios confiáveis e em tempo real para a tomada de decisão na empresa.

4.ª – Fazer coleta de dados com a instrumentação

A coleta de dados é realizada utilizando sensores para obter a medição de vibração e de temperatura, dentre outras. Sem dúvida, esses dados são importantes para definir o plano de manutenção preditiva.

5.ª – Planejar a utilização dos recursos

Com esse planejamento é possível fazer um levantamento dos gastos necessários com as peças de reposição, os óleos lubrificantes e outros materiais a serem utilizados. De fato, isso permite ao setor de manutenção ter maior controle e precisão sobre esses dados.

6.ª – Instrução de serviço para as manutenções programadas

Este item tem o objetivo de especificar as atividades a serem realizadas, bem como os recursos necessários para a sua execução.

Entenda o que é o Arco da Gestão da Manutenção

O Arco da Gestão da Manutenção foi desenvolvida por Nyman e Levitt, em seu livro intitulado Maintenance planning, scheduling and coordination, de 2001, conforme a imagem a seguir:

arco da gestão de manutenção

A partir dessa imagem, é fácil perceber que o arco da gestão da manutenção implica em várias inter-relações visando utilizar as estratégias de manutenção preventiva e preditiva no setor produtivo. Além disso, a gestão da manutenção está baseada em 6 grupos, sendo:

1.º – Base

Neste grupo, estão alocados os princípios e conceitos que fundamentam toda a integração entre manutenção e operação e suas diversas inter-relações.

2.º – Informações

Já este grupo, reúne os processos que devem fornecer informações confiáveis e em tempo real para a gestão da manutenção.

3.º – Controle operacional

Neste grupo, estão os processos com função de gerenciar a parte operacional, estabelecendo planos e programações de manutenções.

4.º – Manutenção Centrada na Confiabilidade (CRM)

Já este grupo, é constituído pelos elementos que formam a base da manutenção focada na confiabilidade dos equipamentos, a partir do histórico de funcionamento e manutenções.

5.º – Organização

Este grupo contém os fatores que determinam o sucesso do planejamento da gestão da manutenção e devem ser desenvolvidos de forma assertiva.

6.º – Placar de Controle

Já este último grupo, apresenta os fatores relacionados ao gerenciamento de todo o processo de Planejamento e Controle da Gestão da Manutenção.

Portanto, a ideia central é que a gestão da manutenção tenha o seu foco central na manutenção antes da ocorrência da falha. Nesse sentido, é importante conhecer os tipos de manutenção que podem ser utilizadas na manutenção industrial.

Veja os tipos de manutenção industrial

A manutenção industrial é responsável pelo bom funcionamento das máquinas, bem como propor melhorias para evitar falhas e quebras de equipamentos. Nesse sentido, os tipos de manutenção industrial podem ser subdivididos em manutenção planejada e não planejada.

A seguir, vamos explicar resumidamente cada um desses tipos.

1.ª – Manutenção não planejada (Corretiva)

Este tipo de manutenção ocorre quando as máquinas e equipamentos apresentam uma falha ou mesmo quebram. Nesse caso, se faz o reparo e/ou substituição de peças.

2.ª – Manutenção planejada (Preventiva)

Este tipo de manutenção tem o objetivo de evitar a falha, visa impedir que o processo de produção seja interrompido ou mesmo que ocorram acidentes. Nesse tipo de manutenção, os dados são disponibilizados pelos fabricantes.

3.ª – Manutenção controlada (Preditiva)

Este tipo de manutenção está voltada para identificar possíveis problemas no futuro, sendo que usa de ferramentas preditivas para mensurar a temperatura, vibração, pressão, dentre outros.

4.ª – Manutenção prescritiva

Este é um tipo de manutenção que está baseado na coleta e análise de dados dos equipamentos e maquinários da produção. Desse modo, tem o objetivo de entender como os ativos físicos desempenham suas funções e a sua situação atual.

Com base nesses dados, consegue identificar as melhores formas de manter as boas condições de operação e aumentar a vida útil das máquinas.

Gestão da manutenção na indústria 4.0

Saiba que a indústria 4.0 aplica as mais recentes novidades da tecnologia no campo da automação, Tecnologia da Informação (TI) e controle de processos industriais. Por isso, os seus pilares são: Big Data Analytics, Internet das Coisas (IoT) e Segurança.

Sendo que os principais impactos na área de manutenção industrial são percebidos nas pesquisas voltadas para segurança de TI, promover a interação máquina-máquina, bem como assegurar a maior confiabilidade na produção industrial.

Tendo isso em vista, é fácil constatar que a manutenção preditiva é uma forte aliada da Indústria 4.0, configurando a Manutenção Industrial 4.0. Ou seja, a coleta de dados preditivos será a principal fonte de informação para análise e tomada de decisão.

Portanto, trabalha essencialmente com coleta de informações dos equipamentos para diagnosticar as suas condições de funcionamento e propor intervenções de manutenção.

Para desenvolver essa antecipação de falhas e quebras, a gestão da manutenção tem ao seu dispor algumas ferramentas essenciais para essa tarefa, tais como:

1.ª – Gestão da manutenção assistida por computador (CAMM): permite prever as possíveis panes e avarias, bem como auxilia na tomada de decisão;

2.ª – Controladores digitais: usados para operação e programação dos equipamentos, analisando os dados sobre a deterioração dos motores e necessidade de troca;

3.ª – Softwares de monitoramento: usados para identificar problemas em tempo real, que podem operar integrados ao CAMM.

Veja alguns cursos em gestão de manutenção

A gestão da manutenção tem de enfrentar os desafios da manutenção baseada na indústria 4.0. Sem dúvida, precisa de profissionais altamente qualificados e atualizados com as mais recentes inovações tecnológicas.

Por isso, é interessante que a empresa estimule os profissionais a realizarem alguns cursos específicos para a área de gestão da manutenção.

Em seguida, apresentamos alguns muito bem conceituados no mercado.

1 – Cursos oferecidos pela Associação Brasileira de Manutenção e Gestão de Ativos  (ABRAMAN). No momento, as inscrições estão abertas para os seguintes cursos:

  • Indicadores de Desempenho de Gestão de Manutenção (KPI) – EAD ao Vivo;
  • Fundamentos do RCM-MCC (Manutenção Centrada na Confiabilidade) – EAD ao Vivo;
  • Custo do Ciclo de Vida dos Ativos Físicos (LCC) – EAD ao Vivo;
  • Planejamento e Controle de Paradas – EAD ao Vivo.

No site da ABRAMAN, você encontra uma lista completa de todos os cursos ofertados até o final de 2022.

2 – Cursos rápidos do Sesi/Senai em Gestão da Manutenção, modalidade EAD. No site você encontra informações sobre os conteúdos e carga horária.

3 – Curso de Especialização em Gestão da Manutenção 4.0, da Faculdade Senai de Tecnologia, São Paulo. No site você encontra informações sobre os conteúdos e carga horária.

4 – Curso de Green Belt em Lean Seis Sigma, da plataforma Voitto, visa oferecer uma formação completa no tema. No site você encontra informações sobre os conteúdos e carga horária.

Abecom possui as soluções certas para sua empresa implementar a Gestão da Manutenção Industrial

Somos uma empresa especializada em soluções industriais para atender as demandas dos clientes. Desse modo, fornecemos produtos de alta qualidade, integrados com serviços de preditiva que reduzem os custos através de inovação e engenharia de aplicação.

Atuamos com componentes industriais e soluções das marcas SKF, Continental, Martin, Sabó, Megadyne, entre outras.

No entanto, mais do que uma distribuidora de rolamentos, somos uma multiespecialista em manutenção industrial, auxiliando para:

  • Melhorar a produtividade da sua empresa;
  • Reduzir os seus custos de manutenção;
  • Otimizar os projetos de transmissão adotados;
  • Reduzir o tempo de espera de produtos nas paradas;
  • Diminuir o inventário do cliente;
  • Maximizar a vida útil dos produtos fornecidos.

Conheça o nosso site para obter mais informações sobre as nossas soluções em contratos de manutenção e monitoramento preditivo. Aproveite para solicitar um orçamento e conversar com um de nossos especialistas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Deixe um comentário

Artigos mais lidos

Últimas Notícias

Categorias

Tags