ROLAMENTOS E SOLUÇÕES EM MANUTENÇÃO INDUSTRIAL
MATRIZ - SP: (11) 2797-1322 | SERVICE - SP: (11) 2902-1460
ROLAMENTOS E SOLUÇÕES EM MANUTENÇÃO INDUSTRIAL
MATRIZ - SP: (11) 2797-1322 | SERVICE - SP: (11) 2902-1460

Comprar rolamento pelo preço: 11 motivos para não fazer essa escolha.

rolamento-preço-de-rolamento

Em qualquer parte do mundo, comprar rolamento pelo preço requer atenção. No mercado brasileiro em especial, a competitividade alta e fatores econômicos influenciam muito para que as empresas busquem alternativas para reduzir seus custos.

No entanto, deve-se ter muito cuidado na hora de comprar um rolamento somente pelo preço.

Sobretudo porque, em sua maioria, a aplicação deste componente se dá em sistemas rotativos críticos. Qualquer falha no rolamento provocará perdas que podem atingir valores expressivos.

Isso inclui o impacto com a indisponibilidade do equipamento para a produção, excessivas manutenções corretivas e alto consumo de lubrificantes.

Sendo assim, é importante ter equilíbrio entre o preço e a qualidade do produto.

Qual o impacto da qualidade no preço do rolamento?

Assim como em outros setores, a qualidade na fabricação de produtos ou prestação de um serviço reflete diretamente no preço de venda.

Dessa forma, podemos dizer que a qualidade na fabricação de um rolamento estará na:

  • Tecnologia de desenvolvimento do produto,
  • Matéria-prima na fabricação,
  • Especialização da mão de obra,
  • Equipamentos que garantam a precisão dimensional e atendimento das normas, e
  • Controle de qualidade.

Portanto, se o preço do rolamento estiver muito abaixo do praticado no mercado, cuidado! A qualidade estará em jogo.

Como já foi dito, deve-se ter equilíbrio entre qualidade e rolamento com preço baixo para não se dar mal.

Veja agora o que sua empresa pode fazer para ter o equilíbrio necessário na compra do rolamento. Em seguida, confira os principais motivos para não olhar [somente o preço de rolamento].

Saving em compras, custo benefício e TCO: o que eles influenciam na hora de comprar um rolamento?

Saving em compras é um KPI (indicador-chave de desempenho) que mostra a economia nas aquisições. Ele representa o ganho do comprador na negociação.

É um indicador importante não somente para o ganho no preço de aquisição. Ele também considera o retorno sobre o investimento (ROI).

Na prática, em outras palavras, significa que nem sempre as aquisições mais baratas são as mais vantajosas.

Isso se relaciona diretamente com o custo-benefício que a compra trará para a empresa.

O Total Cost of Ownership (TCO) é uma métrica de análise que calcula os custos de vida e de aquisição de um produto, ativo ou sistema. Ele mede os “custos ocultos”, muitas vezes não vistos pela empresa.

Então, a compra é direcionada para itens que não são os mais baratos e sim, os mais confiáveis.

Veja que quando se pensa em componentes de máquinas como parte dos ativos, o conceito de valor de aquisição muda.

Rolamentos industriais são componentes de alta exigência. Não são apenas um item de estoque. São de fato ativos que as empresas devem monitorar para garantir a confiabilidade da operação.

Mas isso, falamos melhor em nosso artigo: Gestão de ativos na manutenção industrial.

O ponto aqui é mostrar que uma compra NÃO DEVE ser feita somente pelo preço.

Principalmente porque isso pode trazer consequências graves.

Confira agora os motivos para não comprar rolamentos pelo preço. Aproveite e verifique se sua empresa está atenta a eles.

ebook de rolamentos

11 motivos para não escolher rolamentos pelo preço

  1. Os rolamentos são componentes mecânicos críticos que param máquinas;
  2. A parada de máquinas impacta na queda de produção e nos custos, logo afeta o lucro;
  3. Os rolamentos com maior qualidade e tecnologia tem mais durabilidade. Proporcionam maior disponibilidade das máquinas e maior produtividade;
  4. Um rolamento com maior durabilidade tem um custo final menor. Principalmente se considerar que o número de trocas também é menor. Ou seja, produtos melhores reduzem consumo;
  5. Número menor de trocas significa mais disponibilidade de mão de obra para outras atividades;
  6. Paradas e trocas excessivas de rolamentos com baixa qualidade provocam desgastes de outros componentes. Por exemplo: eixos, retentores, engrenagens e mancais.
  7. O custo do reparo e o desgaste da máquina aumentam significativamente;
  8. A busca por preços cada vez menores podem levar a compra de rolamentos não originais que podem provocar acidentes na fábrica;
  9. As quebras inesperadas de produtos de baixa qualidade geram manutenções corretivas com custos 5x maiores que as manutenções programadas.
  10. Produtos de baixa qualidade podem gerar perdas de garantias dos fabricantes das máquinas;
  11. As equipes de manutenção trabalham mais comprometidas com resultados quando trabalham com produtos de qualidade comprovada;

Então, vale a pena comprar rolamento pelo preço?

Sabemos que a realidade em muitas empresas é olhar para a conta no final do mês. A competitividade e os desafios de manter o negócio saudável, obrigam que as decisões sejam guiadas por preço.

Contudo, isso pode ser feito de maneira estratégica e eficiente. Basta ampliar o olhar gerencial para os ganhos que um produto de qualidade traz para a operação.

Sendo assim, busque um equilíbrio entre preço e qualidade dos rolamentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Deixe um comentário

Artigos mais lidos

Últimas Notícias

Categorias

Tags