ROLAMENTOS E SOLUÇÕES EM MANUTENÇÃO INDUSTRIAL
MATRIZ - SP: (11) 2797-1322 | SERVICE - SP: (11) 2902-1460
ROLAMENTOS E SOLUÇÕES EM MANUTENÇÃO INDUSTRIAL
MATRIZ - SP: (11) 2797-1322 | SERVICE - SP: (11) 2902-1460

Sacador de polias: veja como utilizá-lo da maneira correta.

sacador-de-polias-2-garras-ou-3-garras

Para desmontar uma polia sem provocar danos em sua superfície ou no eixo, é preciso saber utilizar corretamente o sacador de polias, pois existem pontos certos de fixação e aplicação da força.

Usar as famosas “gambiarras” ou ferramentas caseiras para extrair polias de eixos não é a melhor alternativa para garantir a integridade deste componente.

Por isso, veja em nosso artigo como utilizar corretamente esta ferramenta mecânica e garantir a vida útil da polia ou do eixo.

Como funciona o sacador de polia?

O sacador de polia é uma ferramenta composta por um fuso, por garras e estrutura articulada.

Projetada para fixar nos pontos certos da polia e aplicar a força necessária para extraí-la do eixo.

O fuso exerce uma força contra a face do eixo em que a polia está montada. Já as garras puxam a polia na direção contrária.

Sendo assim, o efeito de ação e reação entre garras e fuso, se dá através da estrutura articulada que os une.

o que é saca polias e sacador de polias

O sacador de polia pode ter 2 garras ou 3 garras. Além disso, pode ser acionado por força hidráulica, por um pistão, ou por força mecânica, um fuso roscado (universal).

Principais vantagens de usar um sacador de polias

Sem dúvida alguma a principal vantagem para se usar um sacador de polias é garantir que a polia ou eixo não se danifiquem durante a desmontagem. Sobretudo porque em muitos casos a montagem ocorre por ajuste interferente, ou seja, a polia não fica solta sobre o eixo.

Desse modo, o sacador de polias é uma ferramenta que vai facilitar a desmontagem e evitar que o mecânico de manutenção tenha que dar pancadas na polia.

Outras vantagens para o uso do sacador de polias são:

  1. Reduzir o tempo de desmontagem do componente;
  2. Evitar defeitos no furo do cubo da polia;
  3. Garantir as tolerâncias de ajuste entre eixo e polia;
  4. Impedir danos nas bordas ou canais da polia;
  5. Evitar o empenamento do eixo;
  6. Impedir o uso de pancadas que podem afetar outros componentes do conjunto;

Consequências por não usar corretamente o sacador de polias

Além dos pontos que citamos nos tópicos acima, é importante ficar claro que a desmontagem incorreta de componentes mecânicos traz sérias consequências para sistemas rotativos.

Nem sempre a desmontagem da polia ocorre porque ela será substituída. Por exemplo, para trocar um rolamento pode ser necessário desmontar o sistema de correias de uma máquina para retirar o motor.

A polia será retirada e, após a manutenção, montada novamente. Se durante a desmontagem ela sofrer algum tipo de dano, vai comprometer o funcionamento da máquina. Como exemplo, podemos citar:

  • Aumento de vibrações e, consequentemente, quebra de outros componentes,
  • Desalinhamento,
  • Desgaste na correia,
  • Desbalanceamento do eixo;

Bom, após ver porque é importante usar o extrator de polias, agora vamos ao ponto principal!

Dicas de como utilizar o sacador de polias

Após selecionar o seu sacador polias, fique atento a essas instruções para usar a ferramenta de forma correta:

1. Quando for extrair polias, engrenagens ou flanges, posicione as garras o mais próximo possível do centro da peça. Como mostra a figura abaixo:

dica 1 para extrair uma polia com extrator

 

2. Posicione o com cuidado. Verifique se o fuso roscado está centralizado e alinhado em relação ao eixo;

dica 2 como posicionar o extrator de polia

3. Antes da remoção, certifique-se que todo elemento de fixação foi removido, como chavetas, parafusos e pinos;

dica 3 retirando o saca polia do equipamento

Principais fatores na seleção de um sacador de polias

Os principais fatores são:

  • Local do ajuste interferente
  • Espaço disponível:
  • Diâmetro do componente:
  • Profundidade da montagem:
  • Capacidade:

Eles estão divididos entre fatores geométricos e numéricos e devem ser considerados na escolha do seu saca polias.

Veja com mais detalhes cada um deles.

Fatores geométricos

  • Local do ajuste interferente: as peças podem estar presas a equipamentos através de interferências no seu diâmetro interno ou externo.

No primeiro caso, típico de uma polia presa em um eixo, deve-se utilizar um sacador de polia externo (parte “a” da figura).

No segundo caso, que tem, por exemplo, um rolamento em uma caixa de mancal, deve ser utilizado um sacador de polia interno (parte “b” da figura).

saca polia - fatores geométricos

  • Espaço disponível: a escolha entre um saca polia 3 garras ou 2 garras, depende da forma como a polia está montada e do espaço ao seu redor.

Fatores numéricos

  • Diâmetro do componente: este diâmetro determina qual deve ser a abertura do sacador de polias necessário para extração.
  • Profundidade da montagem: esta medida se refere, por exemplo, à distância entre a face do eixo e a parte de trás da polia que está montada nele. Esse valor também é conhecido como o alcance do extrator de polias.
  • Capacidade: determina o tamanho da força necessária para extrair a polia.
alcance e abertura de saca polia 2 garras
alcance e abertura de saca polia

Dica 1: para um sacador de polias universal (acionamento mecânico), uma regra geral é um modelo cujo fuso roscado seja cerca de metade do diâmetro do eixo.

Dica 2: para um sacador de polias hidráulico, selecionar o modelo multiplicando-se o diâmetro do eixo (mm) por 0,28 e 0,4. Assim, define-se faixa de força em toneladas.

Por exemplo, para extrair uma polia de um eixo de 25 mm temos: 25 x 0,4 = 10 e 25 x 0,28 = 7

Portanto, o sacador de polias deve ter uma capacidade entre 7 e 10 toneladas.

Compre seu sacador de polia na maior distribuidora SKF do Brasil!

A SKF é reconhecida mundialmente pela qualidade de seus produtos, é a maior fabricante de rolamentos do mundo. Além disso, também tem entre seus produtos, ferramentas para manutenção industrial.

A SKF tem presença histórica no Brasil, tendo chegado em 1915 e montado sua primeira fábrica nacional em 1963. Um ano depois surgiu a Abecom, que hoje é a maior distribuidora SKF do Brasil.

Possuímos equipe técnica especializada e capacitada para te auxiliar na seleção e compra de rolamentos e ferramentas SKF para mecânica industrial.

Mais do que uma distribuidora, a Abecom é especialista em soluções para a indústria.

Nós queremos te ajudar a fazer a escolha certa para seu trabalho, então entre em contato conosco!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Deixe um comentário

Artigos mais lidos

Últimas Notícias

Categorias

Tags